Arco do Triunfo
O fim do Arco do Triunfo
October 5, 2015
petropolis2
No tempo do Império
October 11, 2015

Luxo e história em Biarritz

palais7
palais3

Descortinando a incrível vista do Hotel du Palais para as areias de Biarritz, com o farol ao fundo

Com diárias acima de R$ 1 mil, o Hotel du Palais, em Biarritz, no País Vasco francês, não é para todos os bolsos. Mas, ainda que você não possa se hospedar no luxuoso hotel, pode visitar algumas de suas áreas e, mesmo dos jardins, poderá ter uma vista parecida com essa da foto abaixo, feita a partir da janela de um dos 153 apartamentos e suítes do hotel.

palais1

A história do hotel confunde-se com a da Biarritz, um balneário de pescadores até 1855, quando a esposa de Napoleão III – o sobrinho de Napoleão Bonaparte –, Eugênia de Montijo, escolheu o terreno entre o farol e as areias da praia para a construção de sua residência de verão. Conhecido como Villa Eugéne, o palácio recebeu a aristocracia europeia em diferentes ocasiões, ainda no século 19.

Foi nesse mesmo século em que se tornou hotel – em 1883, pela primeira vez –, depois de ter sido cassino, em 1880, quando pertenceu ao Banque Parisienne. Durante a primeira Guerra Mundial, entre 1914 e 1918, o hotel, a exemplo de muitos da região, serviu como hospital. Novamente transformado em hotel, o empreendimento foi recuperado, ampliado e viveu nos anos de 1950 nova fase de glória – mantida até os dias atuais.

palais2

Uma das suítes

Hoje, além dos apartamentos únicos, com decoração e mobiliário exclusivos, o Hotel du Palais tem ainda suítes temáticas, como a de Ernest Hemingway, a Vladimir Roumanov e a Edith Piaf. O hotel tem ainda dois restaurantes, o sofisticado Villa Eugéne, e o Hippocampe, ao lado da piscina; um spa de três mil m² espalhado por cinco andares e piscina indoor que comunica com a externa, com vista para as areias da praia de Biarritz, além de magníficos salões, o maior deles o Imperial, para 300 pessoas em formato coquetel. Uma volta pelo salão onde está a recepção permite ao visitante imaginar o glamour com que a aristocracia europeia celebrou ali suas conquistas. É preciso reparar nos lustres, nas cortinas, nas colunas e na mobília.

palais6

Gramofone em uma das suítes temáticas do hotel

Se Biarritz está em seus planos de viagem, inclua o hotel na lista de visitas. E, caso queira apenas se surpreender pelo bom gosto de outras épocas, vale fazer a visita virtual, no site do hotel, o www.hotel-du-palais.com. Em tempo: os visitantes perceberão a presença das letras N e E em vários pontos do hotel, da roupa de cama às amenidades, passando por mobília e timbre em papéis. São as inicias dos primeiros proprietários, que mandaram construir o palácio… Napoleão e Eugênia.

palais4

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *