Alcalá
Alcalá: cegonhas e Cervantes
February 23, 2016
IMG_2014
Coisas ímpares de Campo Grande (MS)
March 8, 2016

Tristes animais selvagens

Tristes animais selvagens

Há três anos, a Organização das Nações Unidas (ONU), em assembleia geral, decidiu pela criação do Dia Internacional da Vida Selvagem. O objetivo era criar uma data que ampliasse a conscientização da importância de conservação da fauna e flora, destacando os riscos enfrentados pelas espécies. O dia escolhido, então, foi 3 de março.
Hoje, nesta terceira comemoração, o tema destacado pela ONU tem o slogan “O futuro da vida selvagem está em nossas mãos”, com foco nos elefantes africanos e asiáticos. Na página criada para celebrar a data (www.worldwildlifeday.org), a ONU destaca os principais riscos para as espécies, com a destruição dos habitats naturais em primeiro lugar, seguida por suas desastrosas consequências… Entre elas, o aquecimento global, tema, inclusive, do discurso de agradecimento de Leonardo de Caprio no último domingo, quando recebeu seu primeiro Oscar.
Conscientizar e engajar são os principais objetivos com a criação dessa data. No site desenvolvido pela ONU há uma série de sugestões para quem quiser apoiar a causa. No item “Get Involved” (Participe), por exemplo, existe uma lista de pequenas coisas que cada um pode fazer para ajudar, da mobilização ao consumo responsável.
O contato com a natureza e a vida selvagem é meu principal motivador de viagem. Muitos amigos dizem que gosto de ir onde “ninguém vai”. A verdade por trás disso é que os seres humanos somos muito espaçosos. É preciso ir mais longe a cada viagem para alcançar os cenários quase intocados, cada vez mais escassos.
Neste álbum, algumas das fotos dos meus encontros com a vida selvagem, em seu habitat. A última foto, no entanto, não é bonita. No Brasil, segundo o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas, 475 milhões de animais morrem por atropelamento em nossas estradas. De sapos e cobras a lobos e antas. Na última foto, o triste retrato de um bicho-preguiça em rodovia do Mato Grosso do Sul. Um entre os 475 milhões.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *